Imagem: Nathan Legakis/Pixabay

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho (Sejuf) do Governo do Paraná está emitindo, desde o dia 6 de abril, a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (CIPTEA).

O documento será digital e gratuito, com possibilidade de impressão pelo próprio usuário ou responsável. “O cadastro dos usuários deverá ser feito online e as informações coletadas serão empregadas na criação de um banco de dados que servirá para aprimorar os serviços já oferecidos, bem como na  formulação e execução de políticas destinadas a esse público, especialmente nas áreas de educação, assistência social e saúde”, informa o secretário Ney Leprevost.

O documento será digital e gratuito, com possibilidade de impressão pelo próprio usuário ou responsável. Imagem: Secretaria da Justiça, Família e Trabalho

Segundo o chefe do Departamento da Política para Pessoa com Deficiência da Sejjuf, Felipe Braga Cortes, o documento facilitará a identificação da pessoa autista, “já que os sinais e sintomas que indicam o espectro autista muitas vezes não são assimilados facilmente”.

A emissão da Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista pelo governo Ratinho Junior atende à lei nº 13.977/2019, sancionada recentemente pelo presidente Jair Bolsonaro, que garante a atenção integral, pronto atendimento e prioridade aos serviços públicos de proteção aos portadores de TEA. “Vimos com muito bons olhos a sanção desta lei, pois vai facilitar a identificação de pessoas autistas e garantir prioridade de atendimento e o no acesso a serviços”, disse Ney.

O programa para o cadastramento e criação do banco de dados foi coordenado pelo Departamento da Política para Pessoa com Deficiência e pela Assessoria de Inovação da sejuf, com desenvolvimento da Celepar. Com o documento, portadores do espectro autista passam a ter prioridade no atendimento em serviços públicos e privados, em especial nas áreas de saúde, educação e assistência social. No caso dos particulares, isso inclui supermercados, bancos, farmácias, bares, restaurantes e lojas em geral. Esses estabelecimentos, assim como os órgãos públicos, devem exibir o símbolo mundial da conscientização do TEA.

RG com símbolo do autista já poderá ser solicitado assim que reabrirem os postos do Instituto de Identificação

O novo modelo de carteira de identidade, que passou a ser emitido pela Polícia Civil do Paraná em janeiro, também já pode trazer estampado o símbolo que identifica as pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). A novidade estará à disposição dos paranaenses assim que o Instituto de Identificação retomar os atendimentos – suspensos devido ao coronavírus.

(Fonte: Secretaria da Justiça, Família e Trabalho)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui