A Polícia Rodoviária Federal (PRF), libertou dois motoristas reféns de sequestradores na noite da última quarta (8), em Paranaguá (PR). Com os assaltantes foi apreendido um revólver calibre 38.

Por volta das 22 horas, a PRF recebeu uma comunicação de assalto à mão armada que havia acontecido no SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário), na BR-277, em Morretes (PR). Segundo a comunicação, dois motoristas de caminhão foram assaltados e feitos refém por uma quadrilha que ocupava um Celta vermelho.

De posse das informações, agentes da PRF realizaram rondas até que localizaram o carro. Quando foi dada a ordem de parada, o motorista desobedeceu e fugiu. Durante a fuga, um policial quase foi atropelado pelo veículo. Em seguida, as equipes seguiram em acompanhamento tático aos fugitivos, que realizaram manobras que colocaram em perigo os policiais e demais usuários da via, trafegando e ultrapassando pelo acostamento em alta velocidade e jogando carros contra outros.

Já em Paranaguá, o condutor do Celta freou bruscamente, ocasionando a colisão da viatura em sua traseira. Com o impacto, o carro dos assaltantes rodou na pista e parou às margens da rodovia, momento em que os ocupantes desembarcaram disparando contra os policiais, que revidaram. Dois assaltantes, que estavam armados, conseguiram fugir em uma mata, outros dois se renderam. Próximo a eles foi encontrado um revólver calibre 38, utilizado no assalto, com uma cápsula intacta e três deflagradas.

Dentro do Celta estavam os dois motoristas sequestrados, um de 40 anos, morador de Vilhena (RO) e outro de 32 anos, de Seberi (RS). Ambos estavam com as mãos amarradas. Os assaltantes, em razão do acidente de trânsito, receberam atendimento médico providenciado pela concessionária e foram liberados, sendo presos em seguida.

Os assaltantes haviam levado de um dos caminhoneiros, um celular e documentos do caminhão e pessoais. Do outro caminhoneiro, foram levados um celular, R$ 850,00 em espécie e um cheque no valor de R$ 1,6 mil.

Diante dos fatos, os assaltantes foram presos em flagrante e conduzidos à Polícia Civil em Paranaguá para o registro dos crimes de tentativa de homicídio, roubo, sequestro e cárcere privado, porte ilegal de arma de fogo e direção perigosa.

Os caminhões recuperados foram devolvidos às vítimas.

(Fonte: Agência PRF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui