Imagem: Pixabay

Algumas pessoas tem falado em rede social sobre o coronavírus animal e está havendo uma preocupação com essa situação, imaginando que possa ser o mesmo coronavírus que está causando toda essa pandemia.

A veterinária Dra. Andréa Lopes, de Califórnia, esclareceu que o coronavírus dos pets nada tem a ver com o Covid-19.

Outros estão preocupados com a possibilidade de contágio do animal a partir de pessoas que estejam com o Covid-19 e seu possível adoecimento e morte.

Esse quadro enviado pela Dra. Andréa explica as diferenças e como funciona os vírus.

A Dra. Andréa nos explicou sobre essa situação e nos dá um alerta, exclarecendo que os pets não contraem o covid-19, porém, os animais domésticos, podem ser um reservatório transmitindo para outras pessoas.

“O seu pet não pega o CoVid 19. Ele funciona como um reservatório, ou seja, como se fosse um móvel da sua casa.  Caso a pessoa tenha sintomas da doença e espirre sobre seu animal, ele ficará com o vírus e quem puser a mão nele se contaminará”, disse a doutora.
A orientação da veterinária é que “se tiver os sintomas da doença, é bom ficar longe de dos pets. Eles, sem querer, disseminarão a doença a quem puser as mãos neles”.
Andréa alerta que, se tiverem sintomas ou forem suspeitos do covid-19, os donos devem manter distância de seus pets para proteger a família.
Estando com os sintomas e tocando no animal, o vírus é transferido para ele e fica vivo por algumas horas. Basta alguém tocar nele para ser infectado ou infectar outras pessoas. Animais domésticos se movimentam por toda a casa e por essa razão, tem facilidade de contato com alguém que esteja contaminado e alguém que não esteja, fazendo a ponte do contágio entre um e outro.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui