Em uma ação rápida e bem articulada, a Polícia Militar de Califórnia conseguiu localizar e prender o autor do furto ao Centro de Referência em Assistência Social do Município – CRAS. O fato ocorreu horas após o registro da ocorrência pelos funcionários do órgão.

Entenda o caso

Na manhã de ontem (12) os funcionários do CRAS foram surpreendidos ao chegarem ao local de trabalho e encontrar uma porta arrombada e tudo revirado no interior da despensa do órgão público.

Do local foram levados materiais de uso diário como papel higiênico, material de limpeza e refrigerantes.

A Polícia Militar foi acionada e esteve no local.

Na calçada, que fica no interior do imóvel, foram encontradas duas garrafas de refrigerante, uma vazia e outra com um pouco do produto, o que mostrou que além de arrombar o local, quem o fez, deu uma pausa para tomar o refrigerante na cena do crime.

O indivíduo havia arrebentado a grade e quebrado o vidro da porta que dá acesso à despensa do CRAS. Foto: Antonio Carlos M. Ferreira

A prisão

A Polícia Militar passou a suspeitar de um indivíduo de 26 anos, que saiu da prisão há poucos dias, pois diversos furtos passaram a acontecer tão logo este chegou à cidade.

Como o “modus operandi” era próprio do referido indivíduo, já conhecido no meio policial, este passou a ser o suspeito do furto.

Durante o dia a Polícia começou a receber denúncias de que o mesmo estaria comercializando os produtos furtados no local. A equipe policial foi até a Rua América, no bairro conhecido como Buracão, onde supostamente o indivíduo estaria oferecendo os produtos.

Ao aproximar-se do imóvel, os policiais notaram que o indivíduo estava na frente da residência.

Dada voz de abordagem ao mesmo, este se evadiu e correu para o interior da casa se escondendo debaixo de uma cama no interior de um dos quartos. Solicitado que saísse, o mesmo não obedeceu e ainda passou a desacatar os policiais, ameaçando-os e proferindo palavrões. Ao ser retirado dali, agrediu os policiais com chutes e empurrões, até que foi algemado.

Neste momento o tio do suspeito chegou à residência, pois a casa é da referida avó do acusado e ambos moram no local. Ele contou à polícia que seu sobrinho chegara por volta das 5 horas da manhã em casa, carregando um saco com vários objetos e também um lençol branco cheio de produtos. O tio contou que percebeu que o sobrinho foi até uma mata nas proximidades e escondeu os objetos lá, que ele suspeitava, seriam vendidos.

O parente do suspeito contou também que, desde que saiu da cadeia, este roubou diversos produtos do interior da sua residência.

Encaminhado ao Destacamento da Polícia Militar de Califórnia, o acusado de 26 anos, confessou que havia realizado o furto no CRAS e contou que já teria vendido os mesmos e, portanto, não permaneceria preso.

Ele foi elevado para a Delegacia de Polícia Civil de Marilândia do Sul e o tio também foi levado para lá, como testemunha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui