Na manhã de ontem (17), uma equipe da Polícia Militar fazia o patrulhamento pela Rua Violeta em Califórnia, localizada no bairro Nego Moisés, quando observou um indivíduo, de 51 anos, já bastante conhecido por ser usuário de crack, adentrar em uma residência, onde há denúncias de comércio de entorpecentes.

Na revista pessoal, encontraram com ele uma pedra de crack que o mesmo disse ter adquirido de uma pessoa no local.

Os Policiais abordaram essa pessoa que estava na porta da residência e ele contou estar acompanhado de outras dois,  sua irmã de 14 anos e um indivíduo, segundo ele, morador de Londrina.

Diante da situação os policiais adentraram à residência e questionando-os sobre estarem comercializando entorpecentes na residência, ninguém confirmou. Um deles informou que estaria apenas cuidando do imóvel.

Em uma busca mais minuciosa dentro da casa, os policiais encontraram uma caixa de som JBL, várias moedas e dinheiro trocados, uma corrente, dois aparelhos celulares, uma balança de precisão, um RG, um comprovante de depósito bancário, no valor de R$200,00 reais, um pino de cocaína vazio, um caderno com anotações de comercializações e vendas de entorpecentes e também mais alguns invólucros de
maconha.

Foi dada voz de prisão aos três elementos maiores de idade. A adolescente teve voz de apreensão.

Já no Destacamento de Polícia Militar, um deles disse que queria cooperar com a polícia e mostraria o local exato onde o restante dos entorpecentes estariam escondidos.

Os policiais voltaram então para o local e numa mata, defronte a residência abordada, embaixo de uma pedra, foram encontradas 150 buchas de cocaína, droga esta que depois de comercializada renderia a quantia de R$ 3.000.00 reais. Também, localizaram uma pedra in natura de pasta base de cocaína, que fracionada daria cerca de 100 buchas e renderia em torno de R$2.000,00 reais. Foram encontradas ainda 16 buchas de maconha que renderia o valor de R$ 160,00 reais na venda. Havia no local também, pinos de ependorf vazios, que segundo um deles seriam utilizados para medir a quantidade de cocaína que iriam nas buchas.

Os presos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Marilândia do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui