Os dados do novo boletim da gripe divulgados pela Secretaria estadual da Saúde (Sesa) ontem (16) mostram que mesmo com o fim do inverno e das baixas temperaturas o vírus da gripe continua circulando no Estado.

No último boletim, do inicio do mês de outubro, eram 614 casos confirmados, essa semana o número subiu para 623, já as mortes que eram 117 agora somam 120. A maioria dos óbitos é na faixa etária acima dos 60 anos, com 52,5%, seguido das pessoas entre 50 e 59 anos, onde 18,3% das mortes são referentes essa idade.

Os três óbitos registrados neste boletim foram justamente de pessoas acima dos 50 anos: uma mulher de 73 anos residente do município de Cornélio Procópio; um homem de 54 anos de Santa Terezinha de Itaipu e um homem de 55 anos de Curitiba.

“Estamos atentos ao aumento permanente de casos e óbitos na faixa dos 50 anos. Mesmo não sendo idosas, essas pessoas devem ter um cuidado especial para evitar a infecção por gripe e, ao apresentar sintomas, devem procurar atendimento médico imediatamente”, alerta Acácia Nasr, Coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesa.

SINTOMAS – Os sintomas da gripe são febre alta, acima de 38ºC, e com início repentino; além de tosse persistente; inflamação na garganta; sensação de cansaço; calafrios; dores musculares intensas e principalmente a dificuldade para respirar. A partir do início desses sinais, o quadro pode evoluir rapidamente para uma pneumonia ou outras infecções.

Segundo o chefe da Divisão de Vigilância de Doenças Transmissíveis, Renato Lopes, além da atenção aos sintomas, os cuidados para prevenir a gripe também não podem parar. “É necessário manter os ambientes sempre bem arejados e não se esquecer dos hábitos básicos de higiene, como lavar as mãos frequentemente”, fala.

(Com informação da SESA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui