Por volta das 9h45 da manhã deste domingo (6) a Polícia Militar foi acionada para se deslocar até a Rua Nilo Peçanha, no Jardim trabalhista em Apucarana. Motivo, agressão a cadeirante.

A mãe contou que saiu para comprar pão e quando voltou, encontrou o filho cadeirante caído no chão com hematomas e sangramento no rosto.

A mulher contou que o autor da agressão teria sido seu outro filho.

A equipe foi até o local e pode confirmar que o cadeirante estava caído, próximo ao sofá da casa, com hematomas do lado esquerdo do rosto. No chão havia várias marcas de sangue e os policiais puderam conferir que o cadeirante não tinha condições de se defender das agressões, pois não possuía movimentos e nem coordenação motora.

A mãe passou as características do filho que havia se evadido do local e os policiais saíram em busca do mesmo.

Ao se aproximarem da Rua Cezar Zanoni, esquina com a Rua Castro Alves, identificaram o suposto agressor no interior do Parque do Japira, subindo em uma árvore e a seguir, se jogando dela.

Com uma corda no pescoço, o indivíduo tornou a subir na árvore para se jogar outra vez,. A equipe conseguiu segurá-lo e impedir que cometesse o ato extremo.

A seguir, o rapaz de 22 anos, tentou se desvencilhar dos policiais correndo sentido ao córrego do parque, mas foi contido.

O suposto agressor foi levado até a sua casa onde os policiais contaram à mãe o que ocorrera e onde ele havia sido localizado.

A mãe foi convidada a seguir com o rapaz para a 17ª SDP para as devidas providências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui