Adriana Reis de Jesus, 40 anos, conhecida como Adrianinha, está à frente do projeto: “Empoderar, o papel da escola no enfrentamento à violência doméstica”.

Com diversas ações desenvolvidas no município de Califórnia, a professora vem trabalhando este projeto com os alunos do Colégio Talita Brezolin desde o início de 2019.

Movimentos, passeatas, ações na escola e fora dela, procuram desempenhar o objetivo principal deste projeto que é o despertamento da comunidade para a violência doméstica.

Adriana concorre na categoria “Revendedoras Avon” – Imagem: Marie Claire

Formada em Letras, com especialização em Psicopedagogia e Educação Especial, Adrianinha mostrou seu projeto no curso de Educação Continuada e ele passou a fazer parte do programa de saúde na escola, da Secretaria de Estado da Educação do Paraná.

Em janeiro o projeto foi apresentado ao Colégio Estadual Talita Bresolin e um mês depois ela já estava preparando professores e funcionários para colocar em prática a proposta que havia sido reconhecida pelo Instituto Avon, no ano anterior.

A ideia do projeto começou quando Adriana viu a chamada na página do Instituto Avon da Avon para o Prêmio e decidiu se inscrever e montar o projeto.

Ela foi escolhida entre os diversos projetos apresentados e passou então a desenvolvê-lo em seu município, a bela Califórnia do Paraná.

A professora foi destaque na revista Marie Claire deste mês, como uma das finalistas ao Prêmio Viva do Instituto Avon.

Dê o seu voto para a professora Adriana que representa o nosso Estado

 

Você pode ver a matéria na íntegra e conhecer o projeto completo da professora no link:

https://revistamarieclaire.globo.com/Premio-Viva/noticia/2019/09/adriana-reis-faz-uma-cidade-inteira-se-envolver-no-combate-violencia-domestica.html

Também neste link você poderá votar no projeto da professora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui