OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O fato aconteceu no início da madrugada de domingo (22), na Rua Carlos Massey, no Djalma Mendes em Apucarana.

A Polícia Militar foi acionada por um morador que informava que no local estaria ocorrendo uma festa com um som muito alto. O denunciante informou que o local era de pouco diálogo e que as pessoas ali eram difíceis de lidar.

No endereço a equipe constatou que o som estava extremamente alto e na chegada já passaram a ser hostilizados pelos frequentadores do lugar.

Não conseguindo um diálogo com os causadores da perturbação do sossego, foi solicitado o apoio de outras equipes para que pudessem fazer valer a lei e acabar com o barulho. As equipes Estação II, III e IV estiveram no local.

No lugar, algumas mulheres começaram a insultar os policiais dizendo que estes não entrariam no local e ainda os chamaram de porcos. Uma das mulheres disse que era o seu aniversário, a festa era sua e na sua casa mandava ela.

Foi dada voz de prisão às mesmas que partiram para cima dos policiais com chutes, socos, empurrões, mordidas, unhadas, cotoveladas, ao ponto de alguns policiais terem escoriações em função da agressão.

As mulheres resistiram à abordagem e ainda diziam que os vizinhos não tinham o direito de denunciá-las, pois todos eram vagabundos.

Três mulheres foram presas, sendo a mãe de 47 anos e suas duas filhas de 28 e 30 anos.

As barulhentas e o equipamento de som foram encaminhadas para a 17ª SDP de Apucarana.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui