A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 1.993,9 quilos de maconha na noite deste domingo (15) em Santa Terezinha de Itaipu, na região oeste do Paraná.

A droga era transportada em um caminhão-tanque com placas paraguaias, abordado na BR-277. A pesagem foi concluída às 16h30 desta segunda-feira (16), na Delegacia da Polícia Federal em Foz do Iguaçu.

A apreensão é a segunda maior feita este ano pela PRF no estado. A maior foi registrada no último dia 8, quando 4,6 toneladas de maconha foram apreendidas, em Céu Azul.

O motorista abordado em Santa Terezinha de Itaipu, de 42 anos de idade e nacionalidade paraguaia, disse inicialmente que o semirreboque estava vazio. Alegou também que iria até Araucária, na Grande Curitiba, para carregá-lo com asfalto.

Com o uso de equipamentos especiais a PRF conseguiu abrir o tanque Imagem: PRF 

Não satisfeita com as respostas do motorista, a equipe da PRF resolveu vistoriar o tanque, quando acabou por identificar a presença de fardos suspeitos em seu interior.

Durante a vistoria do veículo, o motorista atravessou a rodovia e conseguiu embarcar em um carro paraguaio, que lhe dava apoio. Seguido por alguns quilômetros, a dupla abandonou o carro, modelo Toyota Runx, e fugiu a pé, pelo bairro Três Lagoas.

Os policiais rodoviários federais fizeram buscas pelas imediações, mas os dois envolvidos ainda não foram localizados. Dentro do carro, que foi apreendido, a equipe da PRF encontrou documentos pessoais.

            Os fardos de maconha eram transportados sobre resíduos de óleo vegetal                 e de emulsão asfáltica – Foto: PRF

Após voltar ao posto da PRF, com uso de ferramentas especiais e apoio da concessionária, a lataria do caminhão-tanque foi aberta e os fardos de maconha, identificados.

Para a retirada dos fardos do caminhão-tanque, houve apoio de equipes do Corpo de Bombeiros e do Exército Brasileiro. Os fardos de maconha eram transportados sobre resíduos de óleo vegetal e de emulsão asfáltica.

(Com informação da Agência PRF)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui